Seguindo os parâmetros do PEE (Programa de Eficiência Energética) estabelecidos pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), através de um conjunto de práticas que visam a diminuição no consumo de energia elétrica, o CEEAC (Centro de Excelência em Energia do Acre), vem realizando um projeto de Eficiência Energética no Sistema FIEAC (Federação da Indústrias do Acre) pela Chamada Pública da Energisa nº 01/2016, contribuindo para a maximização dos benefícios públicos e das distribuidoras além de economia para as entidades beneficiadas.

Criada em 1988, a FIEAC representa a indústria acreana e tem como objetivo defender os interesses da classe industrial, é um sistema com uma grande rede de associados e sindicatos que atuam para ajudar as empresas a serem mais competitivas, se garantirem no mercado de trabalho e a se desenvolverem de maneira sustentável. O sistema FIEAC é dividido em quatro prédios: Serviço Social da Indústria – SESI, Instituto Senai (Distrito Industrial), Senai Escola (Cadeia Velha), Senai Sede (Prédio da FIEAC).

Através de um cronograma de ações, é feita a estimativa de carga nos locais, escolha de aparelhos para o retrofit, processo de modernização ou troca de um equipamento já considerado ultrapassado ou ineficiente. Esse processo é chamado caracterização do consumo que é feito seguindo os critérios de Medição e Verificação (M&V) determinados pela ANEEL. Para a realização das medições devem ser instalados medidores e recolhidos os dados da energia e das variáveis independentes (clima, produção, ocupação, etc.) sendo essencial que esses dados estejam sincronizados para garantir a sua precisão.

Um projeto de eficiência energética deve sempre estar com sua garantia de confiabilidade, por isso, é necessária uma organização de todos os dados recolhidos, para que possam ser relatados e repassados para a distribuidora e também analisados pela ANEEL. A substituição dos equipamentos dos sistemas de iluminação e condicionamento ambiental é feita dentro dos padrões determinados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO).  Avaliações de longo prazo deverão ser feitas, fora do escopo de cada projeto, para avaliar a permanência das AEEs (Ações de Eficiência Energética), a evolução dos valores economizados e a mudança de hábitos proporcionada com as ações apoiadas pelo PEE.

No estágio atual do cronograma das ações de eficiência energética, estão sendo feitas as instalações dos medidores nos prédios da FIEAC, a troca de lâmpadas por outras de maior eficiência luminosa e também vem sendo feita a substituição, através de um dimensionamento de carga térmica, dos aparelhos de ar condicionados antigos por novos, todos de classe A, ou seja, equipamentos de melhor rendimento e mais economia energética, essa classificação é feita pelo Programa Nacional da Conservação de Energia Elétrica (PROCEL), que tem como finalidade ser uma ferramenta que permite o consumidor conhecer, dentre os equipamentos eletrônicos disponíveis no mercado, o mais eficiente e o mais econômico.

Para a realização desse projeto, o CEEAC conta com uma equipe coordenada pela Engenheira Pesquisadora Luzenilda Costa da Silva, que além de auxiliar e treinar os estagiários estudantes do curso de Engenharia Elétrica da UFAC, é responsável da parte de logística e coordenação das atividades. O sistema de distribuição de energia também se beneficia, pois, a energia economizada pode ser empregada em outros edifícios, contribuindo para o uso consciente e mais sustentável de energia elétrica e os estudantes envolvidos se tornam mais capacitados em suas futuras áreas de atuação.

 

Fontes:

Guia de Medição e Verificação para o Programa de Eficiência Energética regulado pela ANEEL;

http://www.procelinfo.com.br/main.asp?TeamID=%7B88A19AD9-04C6-43FC-BA2E-99B27EF54632%7D

https://www.aneel.gov.br/

http://www.inmetro.gov.br/